sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Como é o dia a dia em uma Editora?

Guilherme posando pra foto
Fundada em 1988 por Jadir Dei Svaldi, a Jambô tem muitas histórias para contar e é responsável por títulos queridos pelos RPGistas entre eles a Linha de Tormenta, 3D&T e as saudosas Aventuras Fantásticas de Steve Jackson e Ian Livingstone que foram relançadas com uma nova roupagem recentemente.

Muitos de vocês já devem ter pensado, pelo menos um vez, em escrever profissionalmente. Principalmente se você é o narrador da campanha e escuta dos jogadores que a sua história está ótima e você poderia escrever um livro. Pois bem, escrever é um pouco mais do que a simples atividade de pegar a caneta ou sentar na frente do computador. É o que nos conta Guilherme Dei Svaldi, editor da Jambô. Confira a entrevista realizada com ele sobre o dia à dia na editora:


>>1. Qual a primeira coisa a ser feita no começo do dia?


Eu costumo começar o dia respondendo e-mails e conferindo a internet no geral — o fórum da Jambô, Twitter, Facebook e blogues.

>>2. Como se dá o processo de criação, de escolher o que será lançado e de revisão de textos?

A equipe da editora faz reuniões semestrais para definir o cronograma de lançamentos. Fatores que são levados em conta para escolher quais títulos serão publicados incluem — além da preferência do público, obviamente — quais linhas estão precisando de mais suporte, e o tempo esperado de produção. A criação do material normalmente começa com uma reunião em que são definidos os tópicos a serem abordados, e o tamanho aproximado que o livro terá. A partir disso é elaborado um plano de obra, que contém um resumo dos capítulos e guia todo o processo. Os livros são escritos por um ou mais escritores, sempre com a ajuda e supervisão de um editor.

>>3. A Jambô possui um dos maiores fóruns de RPG do Brasil, como é essa relação com os leitores?

A relação é ótima! Pegamos muitas dicas do público — tanto que alguns leitores já viraram colaboradores da editora. Além disso, é sempre gratificante ver o pessoal curtindo o material.

>>5. Muitos RPGistas mandam e mail pedindo pra trabalhar com vocês?

Todo dia chega pelo menos um.

>>6. O que é preciso para trabalhar numa editora como a Jambô?

Algumas coisas que são necessárias para trabalhar em qualquer empresa, como seriedade, compromisso e espírito de equipe, e algumas a mais, como mente aberta e empolgação. Quanto à parte técnica, cada cargo tem seus pré-requisitos. Escritores, por exemplo, precisam saber escrever. Isso pode parecer óbvio, mas é algo que quase todo mundo esquece. Escrever não é só ter uma boa ideia. Essa é a parte fácil! Escrever de verdade envolve dominar a ortografia e a gramática, se focar no trabalho, cumprir prazos, etc.


>>7. No que você estava trabalhando agora, quando eu mandei este e mail?

No próximo suplemento de Tormenta, o Guia da Trilogia, um mega-suplemento (mais de 300 páginas), que traz todo o material dos romances da Trilogia da Tormenta para o RPG.

>>8. Quais os futuros lançamentos?

Além do recém citado Guia da Trilogia, para 2011 ainda teremos o Deus Máquina, romance que conclui a história iniciada em O Caçador de Apóstolos; o primeiro volume de Ledd, a nova HQ de Tormenta; Sangue em Ferelden, antologia de aventuras para Dragon Age; o Escudo do Mestre de Tormenta RPG; o livro-jogo As Cavernas da Bruxa da Neve, e a DragonSlayer nº 35. Acho que é isso!

5 comentários :

  1. Bem interessante a postagem! Nunca tinha parado pra pensar como é o dia a dia do Guilherme, um cara que sempre atende a gente bem nos meios de comunicação da Jambô.

    Sei que não é o tema do post, mas fiquei curioso: quem será o responsável pelos sites da editora, principalmente a loja? Pergunto porque sempre fui bem atendido lá!

    ResponderExcluir
  2. Pelo que podemos perceber é o próprio Guilherme que coordena isso. O próprio mesmo falou que a primeira coisa que faz é olhar as redes sociais e o Fórum. É bom ser bem atendido! Ficamos felizes por ter a Jambô como aliada.

    ResponderExcluir
  3. Nota 10!!! Jambô é a editora do coração de todos os RPGistas!!! Parabéns ao Guilherme e toda equipe! Ressalvas especiais para Leonel Caldela, que é um escritor master motherfucker!

    ResponderExcluir
  4. A relação que a Jambô tem com os seus fãs é ótima. Adoro. Percebo que as editoras nacionais, não só a Jambô como a Retropunk, a Secular e a RedBox, por ser formado por jogadores que foram além do jogo, nos entende e sabe que esse tipo de contato é muito bom para ambos. Estou muito empolgado com essa nova fase do RPG nacional. Parabéns para todos os envolvidos.

    ResponderExcluir
  5. Lázaro 'Arauto' Júnior1 de novembro de 2011 16:09

    Alguns dos mais interessantes materias para D20 que possuo comprei da Jambô (Backdrops e as trilogias de Porto Livre e as Quintessências)! É muito legal conhecer um pouco mais do trabalho da editora.

    ResponderExcluir

O que achou da postagem? Seu feedback é importante pra nós!

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...