quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Conheça "Retalhos" uma singela Graphic Novel de emoções reais

Retalhos é indicada por Neil Gaiman
"Comovente, delicada, com desenhos maravilhosos e sinceridade dolorosa, pode ser a graphic novel mais importante desde Jimmy Corrigan."

- Neil Gaiman

Por Lázaro -Arauto - Júnior

"Quando eu era criança, achava que a vida era o pior mundo em que alguém poderia viver, e que era IMPOSSÍVEL não existir algo melhor."

Todo ser humano tem como base de seu desenvolvimento a superação dos momentos mais traumáticos de sua vida. Muitos desses momentos acontecem no seio familiar, nas escolas ou cursos e entre as amizades mais divergentes. A maneira como cada indivíduo passa por essas fases varia bastante. Alguns dividem essas experiências com outros semelhantes ou simplesmente acabam absorvendo toda carga que proporcionada por essas vivências. Porém, alguns acabam por encontrar refugio na fantasia, lendo, escrevendo e até desenhando. E é aqui que começa a história...

Do que se trata?

A arte é simples e marcante
Craig Thompson cresceu em uma família de tradição fortemente religiosa, no interior do Wisconsin, Estados Unidos. Morou na casa de seus pais até o início da idade adulta, dividindo com seu irmão caçula tanto o quarto quanto a mesma cama durante, basicamente, quase toda a sua infância, a contragosto de ambos. Durante os quase vinte anos que viveu com sua família, teve sua carga de experiências traumáticas: bullying físico e moral. No colégio foi molestado pela pessoa que tomava conta dele e de seu irmão na ausência dos pais, e era largamente criticado por tentar expor sua própria maneira de ver o mundo.

Seu crescimento se deu com fortes sentimentos de culpa e vergonha. A tradicional educação religiosa a qual foi submetido o fez sentir-se retraído e adotar um comportamento introspectivo na maior parte dos meios sociais que frequentava. Mas foi o primeiro amor de Craig que o fez vencer a maior parte de seus traumas e sentimentos negativos para consigo. Raina, uma moça alegre que aparentou sentir-se igualmente deslocada no acampamento onde se conheceram, logo se revelaria a primeira mulher a qual Craig sentiria forte desejo e minaria sua culpa quanto aos ditos "desejos carnais". O início, meio e fim desse interessante relacionamento adolescente, marcaria Craig por toda a sua vida, fazendo-o rever vários conceitos e passando a tomar suas próprias decisões quanto ao seu futuro.


Por que se dar ao trabalho de ler esta graphic novel?

A história de Craig não é pior ou melhor que a da maioria de seus leitores. Então, qual seria o diferencial para registrar isso?

Temas cotidianos são abordados
Ele retratou através da arte da quadrinização como essas experiências aconteciam de acordo com sua própria ótica. A forma como ele evolui a escrita e o simbolismo das figuras demonstra seu crescimento físico e mental, mas ainda com um saudável pé no sentimento infante. A combinação de fatores faz dessa obra uma leitura agradável e auto reflexiva, sobre as "pequenas brutalidades" que os pais cometem com seus filhos, podendo refletir tal comportamento na educação e criação da próxima geração. Seria uma maneira diferente de encarar a frase  "os pecados dos pais perseguem os filhos", citado no conto e filme BEOWULF.



Thompson ganhou prêmios e elogios...


O trabalho de Craig Thompson nessa publicação singular garantiu-lhe elogios e premiações por todo o mundo. Chegando a receber uma crítica altamente positiva no The New York Times Review of Books e sendo premiado, em 2005, pela Associação Francesa de Críticos e Jornalistas de Quadrinhos.

RETALHOS, de Craig Thompson, distribuído aqui no Brasil pela Editora Quadrinhos na CIA, é uma história simples que remota a complexidade do desenvolvimento social humano desde a infância e a adolescência até a vida adulta. Temas como tragédias pessoais e familiares, dores físicas e psicológicas, constrangimento e exclusão social, o primeiro amor e o amadurecimento são igualmente abordados. Assim como a sensação de estar completamente deslocado do ambiente em que se vive e os louros e/ou consequências por questionar os fatos e dogmas sociais e religiosos. Todos esses fatos são apresentados nessa graphic novel de quase seiscentas páginas de forma singela e genial.


É possível encontrar essa publicação em livrarias ou no site da CULTURA 

3 comentários :

  1. Lázaro 'Arauto' Júnior8 de dezembro de 2011 05:45

    Espero que gostem. Adorei escrever a matéria tanto quanto de ler a HQ.

    ResponderExcluir
  2. Cara, já comentei uma vez: seu texto é excelente. Conheço muitos jornalistas e escritores que não conseguem criar a imersão que existe em seus artigos. Os Malkavianos têm sorte de ter você no grupo, não só escrevendo artigos como também pela boa pessoa que é. Abraço, meu velho! o/

    ResponderExcluir
  3. Lázaro "Arauto" Júnior9 de junho de 2012 20:37

    Obrigadão! ^^
    Fico muito lisonjeado com sua opinião. Esse artigo foi de uma graphic novel que significou muito pra mim. Deve ser por isso que consegui discorrer desta forma na escrita do mesmo.

    ResponderExcluir

O que achou da postagem? Seu feedback é importante pra nós!

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...